terça-feira, 16 de março de 2010

Trechos de Nicholas Sparks que eu amo (poderia ter escrito isso)

Antes de nos termos encontrado, atravessava a vida sem sentido, sem razão. Sei que de alguma maneira, todos os passos que dei desde o momento em que comecei a andar eram passos dirigidos ao teu encontro. Estávamos destinados a encontrarmo-nos. Mas agora, sozinho na minha casa, comecei a perceber que o destino pode magoar uma pessoa tanto quanto a pode abençoar, e dou por mim a perguntar-me porque razão - de todas as pessoas do mundo inteiro que alguma vez poderia ter amado - tinha de me apaixonar por alguém que foi levada para longe.

...o melhor amor é aquele que acorda a alma
e nos faz querer mais,
que coloca fogo em nossos corações
e traz paz as nossas vidas,
foi isso que você fez comigo
e era isso que eu queria ter feito com você pra sempre...

A razão por que a despedida nos dói tanto é que nossas almas estão ligadas. Talvez sempre tenham sido e sempre serão. Talvez nós tenhamos vivido mil vidas antes desta e em cada uma delas nós nos encontramos. E talvez a cada vez tenhamos sido forçados a nos separar pelos mesmos motivos. Isso significa que este adeus é ao mesmo tempo um adeus pelos últimos dez mil anos e um prelúdio do que virá.

Para todos os navios do mar e todos os portos de escala, para a minha família e todos os amigos e estranhos, essa é uma mensagem e uma prece, a mensagem é que minhas viagens me ensinaram uma verdade, eu já tinha aquilo que todos procuram e que poucos encontram, a única pessoa que nasci para amar eternamente, uma pessoa de Outer Banks e do mistério do Atlântico Azul, uma pessoa rica de pequenos tesouros, que venceu e aprendeu sozinha, um porto onde me sinto sempre em casa e nenhum vento ou problema, ou mesmo a morte pode derrubar esta casa, a prece é para que todos possam conhecer esse amor e ser curado por ele, se a minha prece for ouvida será apagada toda a culpa e arrependimento e todo ódio terá fim, Por Favor, Deus, Amém.

1 comentários:

Angela disse...

Adorei essa postagem... O encontro das palavras milimetricamente corretas para o sentimento no peito